domingo, 6 de novembro de 2016

Ray Conniff

Joseph Raymond "Ray" Conniff, chefe de orquestra e orquestrador norte-americano, nasceu no dia 6 de Novembro de 1916 em Attleboro, Massachusetts.

Filho de pais músicos, Ray seguiu também o caminho da carreira musical. Ray contava nas suas entrevistas, que fez um curso por correspondência, com um único dólar, que o introduziu na arte da teoria musical. Formou o seu primeiro grupo artístico ainda adolescente. Aperfeiçoou a sua formação depois, ao frequentar a Juilliard School. Depois de actuar e formar uma sólida base musical como trombonista e orquestrador nas Big Bands, como as de Artie Shaw, Harry James e outros, Ray passou a escrever orquestrações para Johnny Mathis, Guy Mitchell e Johnnie Ray. Constituiu a sua própria orquestra em 1955, a convite de Mitch Miller, da CBS.

A associação de vozes masculinas a trombones, trompas e saxofones baixo, e a de vozes femininas a trompetes, clarinetes e saxofones altos, conferiu características muito próprias à orquestra de Ray Conniff. O coral limitava-se a pronunciar sons como "da-das" e "du-du-dus" e outras variantes, ao invés de palavras, o que imprimia um "colorido musical" que intensificava os tons suaves e, ao mesmo tempo, suavizava os mais fortes. A partir de meados da década de 1970, reduziu o número de cantores de 24 para 8 vozes, sem que perdesse em qualidade sonora ou comprometesse o seu estilo.

Ray Conniff morreu a 12 de Outubro de 2002 em Escondido, Califórnia, após queda numa banheira. Encontra-se sepultado no Westwood Village Memorial Park Cemetery, em Los Angeles, Califórnia, nos Estados Unidos.

 

Sem comentários: